Woman Ironing (inspired by)

"Só mais uns minutos... e a pilha de roupa desaparece... por hoje...
Depois basta-me despachar o jantar e dar banho ao meu neto. Hoje finalmente vou conseguir dormir 6 horas. Amanhã pego cedo ao trabalho para conseguir sair a horas de arrumar a casa do Sr. Dr. Quando chegar aqui a casa trato da roupa do meu filho e da minha nora.
Coitados, mesmo desempregados a vida é um corropio e falta-lhes o tempo para estas coisas. Agoram treinam caminhadas para ir a Fátima rezar por uma vida com menos dificuldades. Também o queria fazer mas não posso... não posso...
Para a semana recebo e é a dobrar, estamos na altura do subsídio de Natal. Vou saldar a dívida dos toques de telemóveis. É caríssimo mas cá por casa todos o adoram e gosto de os ver felizes.
No mês que vem já devo conseguir comprar a roupa que o meu filho precisa. Só a Gant lhe assenta bem, que se vai fazer? Enquanto tiver forças lutarei por todos eles. São a minha família e só lhes quero dar o melhor.
Para o Natal não sei como vai ser... com esta lista que me deram... mas qualquer coisa se há-de arranjar! Trabalho mais um bocadinho e deixo para o ano aquele miminho para mim.
Dá-me gosto fazer este esforço por eles porque sei, não, minto, TENHO A CERTEZA, que um dia quando eu já não puder mais serão eles que vão tratar de mim com o dobro daquilo que faço por eles hoje. Sim, é isso, tenho a certeza..."
Nisto solta-se uma lágrima que cascata pelo rosto até se desprender da queixada aterrando na base do ferro quente que lhe responde com um simples "Pffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff"

2 comentários:

Anónimo disse...

bonito, simplesmente bonito...de uma beleza deprimente, daquelas que nao se fabricam.

Parabéns

Blondie

MagyMar disse...

E fica-se com um nó na garganta...

Enviar um comentário

Olá... estou-te a ver! Podes falar mal ou falar bem mas com juizinho sff! Beijinho e/ou Abraço

Escrito de Fresco porquê?

Há quem me tome por incontinente verbal mas a verdade é que a minha língua não tem débito suficiente para o turbilhão de pensamentos que me assolam a mente a todo o momento. Alguns engraçados, outros desgraçados, mas vários merecedores desta lapidação digital para a posteridade e, quem sabe, para a eternidade. Os escritos aqui presentes surgiram do nada e significam aquilo que quiseres. Não os escrevi para mim mas sim para ti. Enjoy
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores