Salvaterra-te


O FDS passado passei-o em Salvaterra do Extremo no festival Salva a Terra. Fui por impulso, sem ligar a programa do festival, voluntariei-me para ajudar na organização, e para além de pessoas puras conheci um espantoso Parque Natural do Tejo Internacional ao qual irei um dia regressar para valentes caminhadas.

O ambiente inspirador provocou em mim um alto débito de micro-pensamentos desconexos resultantes do olhar, escutar e sentir toda a envolvência humana e natural.

Aqui ficam alguns para registo e partilha.

--

Sempre que Eu
Tu
Sempre que Tu
Eu

Sempre

--

O lobo mau contemporâneo é o soprador de folhas.

--

No passado, ao abandono do método tradicional chamou-se inovação. No futuro, ao retorno do método tradicional chamar-se-á inovação. O presente é mero desperdício residual.

--

De nada adianta o acordar matinal quando o viver é tarde demais.

--

"Eu não sou de ferro" lamenta-se a vergada estátua de latão.

--

Lutar contra o Universo é o viver no seu reverso.

--

Tudo o que é preciso para tornar os outros felizes é ser-se um bom taberneiro.

--

Apesar do riso dos outros o riso supremo é posse do louco em cuecas.

--

A velocidade da vida é melhor entendida quando a condução das suas rédeas é feita por um cão idoso.

--

Continuarás a sentir-te perdido enquanto a tua boca falar mais do que o teu olhar.

--

Mais do que ensinar as crianças a lidar com o monstro debaixo da cama deveríamos alertá-las para os perigos do monstro que dorme em cima da cama.

--

Não raras vezes o emprego é o trabalho organizado executado por pessoas caóticas e o voluntariado é o trabalho caótico executado por pessoas organizadas.

--

Aparentemente ter filhos é fácil quando se é despojado de tudo o resto. Do nada ter, tudo se obtém, sendo o próprio Universo prova disso.

--

Aninha-te como um pássaro, persuade como um gato, defende como um cão, fazendo-te assim um bom homem.

--

Não percas tempo a tentar encantar um bruto. Fascina-te antes pelo encanto que também nele reside.

--

No campo existem tantas espécies de sombras como espécies de árvores.

--

Os idosos tragam a vida da juventude saboreando a qualidade da sua sementeira.

--

A melhor maneira de manter amizades é ser-se gentil para com forasteiros.

--

Cria as tuas crianças como animais, com pouco mais que afecto, ração, água, e arrisca-te a que elas sejam livres e felizes como animais.

--

Pro-bono deveria significar que toda a remuneração foi gasta ao conseguir reunir as condições necessárias para o garantir de uma excelente performance.

--

Se ao viajares te sentes confortável em lugares estranhos, demoras a ter saudades, então já terás percebido que a tua primeira casa és tu.

---

Não persigas as lições de quem detém o conhecimento. Recebe-as de quem o tem, partilhando-o espontaneamente.

--

Por vezes quando és abordado num mar de estranhos deverás ter a sabedoria de te deixares embarcar aproveitando a viagem.

--

A vida que passa
A morte que chega
Antípodas falsas gémeas
Siamesas

--

No corpo tela
A vida é aguarela
A tatuagem é fábula
A cicatriz é rábula
A ruga é escória
O todo é história


0 comentários:

Enviar um comentário

Olá... estou-te a ver! Podes falar mal ou falar bem mas com juizinho sff! Beijinho e/ou Abraço

Escrito de Fresco porquê?

Há quem me tome por incontinente verbal mas a verdade é que a minha língua não tem débito suficiente para o turbilhão de pensamentos que me assolam a mente a todo o momento. Alguns engraçados, outros desgraçados, mas vários merecedores desta lapidação digital para a posteridade e, quem sabe, para a eternidade. Os escritos aqui presentes surgiram do nada e significam aquilo que quiseres. Não os escrevi para mim mas sim para ti. Enjoy
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores